Tuesday, January 21

Como trabalhar legalmente nos EUA


 
Outra questão que recebo frequentemente é relativa a como trabalhar legalmente nos EUA.
Trabalhar nos EUA não é tão fácil como num país da União Europeia. A não ser que se tenha a cidadania americana, ou seja portador do Green Card ou se tenha visto de trabalho temporário, não é possível trabalhar legalmente nos EUA. E trabalhar ilegalmente há o serio risco de se ser deportado e nunca mais poder entrar nos Estados Unidos.

Qual a melhor forma de trabalhar nos EUA?
Existem várias formas de procurar uma oportunidade de trabalho. A mais usual é entrar no país com o visto de turista ( 90 dias) e durante esse período procurar trabalho. Não vou dizer que é fácil, porque não é. Três meses é um período muito curto para se conseguir encontrar uma empresa que necessita dos nossos serviços e consequentemente nos queira patrocinar com o visto de trabalhador. Ou seja, nesse curto espaço de tempo o trabalhador tem de mostrar que através das suas qualidades técnicas e profissionais é o melhor candidato para o lugar. Por vezes as empresas torcem um pouco o nariz, porque também para elas é um processo complicado pois têm que provar que não existe mão de obra no país capaz de responder as necessidades e, desta forma é necessário contratar e patrocinar o visto de trabalho a essa pessoa em particular. Se a empresa aceitar, todo o processo é entregue á emigração e a última palavra é sempre deles. Ou seja não basta o empregador querer contratar, a emigração é que decidi. A seleção é feita apenas uma vez por ano. Em Abril todos os documentos têm de ser entregues na emigração e em Outubro sai o resultado. Durante esse período o trabalhador tem de se manter nos EUA.

Outra hipótese de obtenção de visto de trabalhador, que já aqui falei é através do visto de estudante. Inicialmente chegam aos Estados Unidos com o intuito de estudar e no final do curso tem a oportunidade de realizar o OPT ( Optional Practing Training), onde por um ano podem trabalhar legalmente na área em que completaram o curso. Depois de terminarem o OPT há um percentagem significativa de pessoas que acabam por ser patrocinadas pelas empresas em que prestaram serviços. No entanto, se isso não acontecer  depois de terminar o OPT têm 60 dias para sair do país.

O intercambio é também uma boa opção para conseguir posteriormente ficar legala nos EUA. Se for um programa de Work and Study ou estágios existe sempre a possibilidade de a empresa oferecer o visto se gostarem do trabalho.

E finalmente, a opção que a maioria recorre quer estejam no país de origem ou já nos EUA é concorrer a lotaria do Green Card. Como o próprio nome indica a seleção é aleatória, mas existe uma grande probabilidade de se conseguir. Conheço algumas pessoas que conseguiram vir para os Estados Unidos legalmente através da lotaria. Conseguir este documento não significa que a pessoa já tem trabalho garantido. Quer apenas dizer que pode entrar e sair legalmente, assim como se candidatar a todo o tipo de empregos.
Exemplo de um Green Card
 
Estas são as opções para trabalhar legalmente. No entanto, o grande fluxo de emigrantes portugueses ainda são os que se mantêm no país ilegalmente. Procuram trabalho essencialmente na construção civil, limpezas, mecânicos etc. São empregos bem remunerados, mas que os impossibilita de sair do EUA sob pena de nunca mais voltar. Conheci bastantes portugueses que estão aqui há 15, 20 anos sem nunca terem voltado outra vez a Portugal.

Basicamente são estas as formas de trabalhar legalmente nos EUA. Não é fácil ou não seria chamado o país das oportunidades, mas se se conseguir o trabalho é bem remunerado.

Podem encontrar mais informação no site da Embaixada dos EUA em Portugal, Portuguese Circle que é uma comunidade de portugueses com formação superior que trabalha nos EUA, onde se pode encontrar alguns ofertas de trabalho.





12 comments:

  1. Realmente é bem dificil,não fazia ideia...

    ReplyDelete
  2. Já agora, Diana, e se não for pedir muito, podias dar algumas dicas dos melhores sites para procurar emprego nos States.
    Thanks. Sofia

    ReplyDelete
    Replies
    1. Estou a preparar um post sobre isso:)

      Delete
    2. Olá Diana,
      E haverá empresas portuguesas que precisem de trabalhadores de preferência Portugueses? Seria um achado mas nunca se sabe.

      Delete
  3. Já tinha ideia de que era difícil, pois uma amiga minha já tentou e sem sucesso. É sempre bom ler estes teus posts, são muito úteis :)

    ReplyDelete
  4. Bem de facto é bastante dificil trabalhar ai...mas uma pessoa nao pode desistir do seu sonho, à que continuar a tentar :)
    Obrigado pelo post, adorei.
    Beijinhos

    ReplyDelete
  5. Bem de facto é bastante dificil trabalhar ai...mas uma pessoa nao pode desistir do seu sonho, à que continuar a tentar :)
    Obrigado pelo post, adorei.
    Beijinhos

    ReplyDelete
  6. Venham para o Canada aqui aceitao tudo e mais alguma coisa. Enfim... no comments on that. Eu ja estou ca ha mais de 25 anos. OMG I am so old!!! :)
    Viemos como imigrantes legais atravez de uma tia que ja ca estava e passado 4 anos tivemos a Cidadania. Naquela altura penso que era muito mais dificil mas hoje em dia acho que deve ser muito mais facil.

    ReplyDelete
    Replies
    1. É verdade, Claudia =P Eu tenho uma amiga que viveu lá um ano. A mãe dela já estava lá a trabalhar e em menos de um ano conseguiu os papeis para a filha ir para lá.
      Já sei para onde vou se não conseguir ir para os States ehehe =P

      Delete
  7. Obrigado Diana pela informação, tambem tenho o sonho de trabalhar aí, pois em Portugal está dificil de equilibrar as coisas, gostava de saber se trabalho de motorista de BUS ou outro tipo de veicúlo é bem remunerado uma vez que tenho todas as categorias e qual o melhor site ou jornal para procurar trabalho, obrigado.

    ReplyDelete
  8. tem como explicar como se candidatar a lotaria do green card?

    ReplyDelete
  9. Olá Diana,
    E haverá empresas portuguesas que precisem de trabalhadores de preferência portugueses?
    Seria um achado, mas nunca se sabe.

    ReplyDelete

Sejam bem-vindos:)